Quem nunca sentiu o poder do olhar? Que preenche o nosso ser de uma intensa e borbulhante emoção e faz o coração acelerar atribuindo um sentido maior? Será que tais sentimentos podem ser controlados quando aparecem? Porém, nem sempre isto acontece de forma esperada e no momento correto.
Lize acredita estar desfrutando o melhor de sua vida. Sucesso profissional e pessoal. Está noiva de Thomas, um homem maravilhoso que a ama muito. Tudo estava perfeito. Como sempre sonhara... Até conhecer Richer, o irmão de seu futuro marido. Seus olhares se cruzam... Uma magia acontece e os prendem no tempo por alguns instantes... Unindo-os em uma força estranha.
Temerosos de suas reações, Lize e Richer criam um escudo contra o novo sentimento. Entretanto, o destino coloca-os à prova do amor. Até quando o desejo de querer amar é ignorado?

ISBN-13: 9788542807929
ISBN-10: 8542807928
Ano: 2016 / Páginas: 208
Idioma: português
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Classificação:









Antes de qualquer palavra, quero deixar claro que a capa desse livro é linda! Foi por causa dela que resolvi adquirir o livro. As minhas expectativas em relação ao livro estavam altíssima, eu realmente esperava amar o enredo.

Querer amar é um romance bem clichê, assim que comecei a leitura já sabia o que iria acontecer com a personagem principal. Não vejo problema nisso, todavia seria bem mais empolgante se houvesse um pouco mais de mistério ou de suspense em relação da vida pessoal da personagem. 

Senti muita falta do enredo ter mais profundidade, mais emoção. Achei a história bem superficial e fria. Infelizmente, logo de cara a personagem Lize não me convenceu e o motivo central foi por ela ser virgem aos 28 anos. Poxa ela é médica, o comportamento dela é de uma mulher de opinião, dona do seu próprio nariz, meio que não combinou ( espero que me compreendam). 


Na minha opinião, a história tinha tudo para ser aquele romance arrebatador, já que a protagonista iria se apaixonar pelo próprio cunhado, ou seja, seria um amor proibido, quente e romântico. Mas infelizmente, ao meu ver a autora se precipitou tornando o enredo rápido demais, os capítulos são curtos e tive uma sensação de que a autora não queria se aprofundar nos acontecimentos, ela só queria contar a história e terminar o mais rápido possível. 

Querer Amar daria um belo conto, mas não me convenceu como um romance. Para eu poder me sentir dentro da história eu preciso de mais detalhes e descrições e não um história corrida, sem profundidade, contada rapidamente.

O livro não é ruim, mas também não é maravilhoso. A proposta que a autora criou tem potencial, só precisa ser melhor desenvolvida, tanto a parte dos personagens quanto do enredo em si. Finalizei o livro com a sensação de ter lido um rascunho. Existe um começo, meio e fim, porém cadê a emoção nas falas dos personagens? A química entre Lize e Richer? Por outro lado, a autora sabe manter a atenção do leitor nos momentos "picantes" disso eu gostei. Em remate a autora tem talento, mais o livro precisa ser amadurecido.



3 Comentários

  1. Não sabia muito sobre o livro (ele não é muito conhecido). Eu também comprei por causa da capa e por causa do preço que estava. Fiquei bem curiosa, apesar de ser um clichê! Adorei a resenha!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei mto do livro, comprei e não me arrependo hora nenhuma, gostei mto da leitura, e sim tem um pouco de suspense sim q te prende ao livro, se Richer e Lize vão se entregar a este desejo de amar ou nao, ou se a consciência irá pesar, se a razão não deixará!? Confesso q fiquei bem intrigado.

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei mto do livro, comprei e não me arrependo hora nenhuma, gostei mto da leitura, e sim tem um pouco de suspense sim q te prende ao livro, se Richer e Lize vão se entregar a este desejo de amar ou nao, ou se a consciência irá pesar, se a razão não deixará!? Confesso q fiquei bem intrigado.

    ResponderExcluir